Seu Portal de Notícias de Rondônia

Quarta-feira, 17 de Julho de 2024
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Polícia

Acidente no Jardim Botânico: homens mortos após perseguição policial eram investigados por homicídio e tráfico em Minas Gerais

Dupla furou blitz na Linha Vermelha e foi seguida por policiais militares por mais de 20 quilômetros

Helio Carioca
Por Helio Carioca
Acidente no Jardim Botânico: homens mortos após perseguição policial eram investigados por homicídio e tráfico em Minas Gerais
Foto: Reprodução
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Thiago Henrique Medeiro Figueiredo, de 29 anos, e Diego Ferreira Amaral, de 27 anos morreram em acidente após serem perseguidos pela políciaThiago Henrique Medeiro Figueiredo, de 29 anos, e Diego Ferreira Amaral, de 27 anos morreram em acidente após serem perseguidos pela polícia — Foto: Reprodução

O capotamento de dois veículos no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio, deixou quatro pessoas mortas, entre elas, dois policiais militares, após uma perseguição policial que começou na Linha Vermelha, na altura de Duque de Caxias, Baixada Fluminense. Os soldados Bruno Paulo da Silva, de 38 anos, e Bruno William Batista de Souza Ribeiro, de 30, eram lotados no Batalhão de Policiamento em Vias Especiais (BPVE). No segundo veículo estavam Thiago Henrique Medeiro Figueiredo, de 29 anos, e Diego Ferreira Amaral, de 27 anos.

De acordo com a Polícia Civil do Rio, Thiago e Diego são investigados por homicídio e tráfico de drogas pela Polícia Civil de Minas Gerais. Contra Thiago, havia um mandado de prisão pendente. Com um deles, foi encontrado um documento, em nome de outra pessoa. O carro utilizado pela dupla passará por perícia, para verificar se era clonado. As famílias dos dois homens, de Minas Gerais, chegaram ao Instituto Médico-Legal, no Centro do Rio, na tarde desta quarta-feira.

 
A viatura e o carro de passeio envolvidos na perseguição — Foto: Redes sociais/Reprodução
A viatura e o carro de passeio envolvidos na perseguição — Foto: Redes sociais/Reprodução

O soldado Bruno deixou a esposa e dois filhos: um de 15 e outro de 2 anos. O soldado Ribeiro também era casado e tinha um filho de 4 anos. Os dois PMs estavam na corporação havia cinco anos. Os corpos dos agentes foram levados para o Instituto Médico-Legal (IML) para passarem por exames que atestem a causa das mortes.

Publicidade

Leia Também:

O soldado Bruno Paulo da Silva (à esquerda) e o soldado Bruno William Batista de Souza Ribeiro — Foto: Polícia Militar/Instagram
O soldado Bruno Paulo da Silva (à esquerda) e o soldado Bruno William Batista de Souza Ribeiro — Foto: Polícia Militar/Instagram

Bruno e Ribeiro estavam na blitz no momento em que o Ônix vermelho passou por ela sem parar. Os dois, de acordo com a PM, entraram na viatura mais próxima e foram atrás do carro de passeio. Os automóveis seguiram pela Linha Vermelha e acessaram depois o Túnel Rebouças. Logo após passarem por ele, aconteceu o acidente na Rua Jardim Botânico, na altura do Viaduto Saint Hilaire: os dois veículos capotaram. Os soldados e as outras duas vítimas morreram no local.

A PM não cita, em suas notas sobre a perseguição, se houve troca de tiros entre os policiais e os ocupantes do Ônix ou se os agentes atiraram. Na porta traseira do lado direito do carro de passeio há a marca de um disparo.

Equipes do 23º BPM (Leblon) foram acionadas para o local do acidente. A Polícia Civil fez uma perícia. O caso é investigado pela 15ª DP (Gávea).

 

 

 

 

 
 

 

 

 

FONTE/CRÉDITOS: Por Extra — Rio de Janeiro
Comentários:
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!