Seu Portal de Notícias de Rondônia

Quarta-feira, 22 de Maio de 2024
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Mundo

Brasileiros ficam quase 24 horas presos em navio na Espanha

Em comunicado aos hóspedes, a MSC Armonia informou que o cruzeiro não pôde sair de Barcelona devido à presença de bolivianos com documentação inválida

Alice da silva
Por Alice da silva
Brasileiros ficam quase 24 horas presos em navio na Espanha
Reprodução
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Caso ocorreu em navio da empresa MSCCaso ocorreu em navio da empresa MSCReprodução

 

O que era para ser sinônimo de férias e descanso virou dor de cabeça para um grupo de brasileiros que ficou preso em um navio em Barcelona, na Espanha. O caso aconteceu na última terça-feira (2) e ainda não foi totalmente resolvido.

Publicidade

Leia Também:

O problema ocorreu na embarcação MSC Armonia, pertencente à MSC Cruzeiros. Em nota, a empresa explica que o navio está retido na Espanha devido a uma situação envolvendo hóspedes da Bolívia, que, segundo a companhia, viajavam com documentação inválida para o desembarque na Europa.

Segundo o site da MSC, o navio comporta 2.620 hóspedes e 721 tripulantes. Ao todo, são 976 cabines. Segundo o relato de um hóspede brasileiro, o advogado Jean Nunes, o navio saiu de Santos, no litoral de São Paulo, no último dia 17.

O Itinerário do navio engloba as cidades brasileiras de Santos, Rio de Janeiro e Maceió; Santa Cruz do Tenerife, Funchal, Málaga e Barcelona, na Espanha; Ajaccio, na França; e Civitavecchia, na Itália.

Algumas pessoas continuariam a viagem para além desses destinos. No caso de Jean, o desembarque estava previsto para a próxima quinta-feira (4), em Roma, mas foi cancelado.

“Em Portugal não permitiram o atracamento. Eles falaram, no som do navio, que seria por condições meteorológicas. Disseram que vão dar US$ 12,5 por passageiro de reembolso. Quando chegamos a Málaga, alguns passageiros começaram a relatar que os bolivianos ficaram retidos no saguão do porto. Ao invés de resolverem isso em Málaga, seguiram para Barcelona”, relata Jean.

Na terça-feira, o navio atracou em Barcelona, como planejado. Jean conta que passeou na cidade espanhola das 7h às 16h. “Quando voltamos, recebemos a informação de que a Espanha não permitiu a entrada dos bolivianos. Retornamos às 16h para partir para a França, mas veio a informação de que o cruzeiro estava retido. Ficamos trancados no navio”, conta

Outra brasileira embarcada no MSC Armonia, a coordenadora de Recursos Humanos Gabriella Zappelini, relata que ficou até a meia-noite de terça-feira esperando por notícias. Nesse horário, havia previsão de que a tripulação atualizaria a situação do navio, o que, segundo ela, não ocorreu. “Todo mundo foi dormir sem saber o que iria acontecer”.

Um comunicado emitido aos hóspedes na terça por meio de carta prometia uma resposta sobre a hora de saída do navio às 10h de hoje.

Carta aos hóspedes sobre a situação do navio MSC Armonia / Reprodução

O comunicado veio pouco depois. Jean gravou o que foi dito. Para quem iria desembarcar em Roma, como o caso das duas fontes ouvidas pela CNN, a empresa fretou um avião para o aeroporto Fiumicino, na capital italiana. O embarque está previsto às 10h de amanhã.

Os brasileiros foram liberados para desembarcar em Barcelona após quase 24 horas dentro do navio. “Nesse meio tempo, todos os hóspedes podem sair livremente e todos a bordo [devem retornar à embarcação] às 2h do dia 4 de abril de 2024”, disse um dos tripulantes, no comunicado emitido pelo som do navio.

No caso de quem viajaria para além de Roma, a situação ainda não está resolvida. “O navio não vai seguir o itinerário e estamos sendo realocados para voos dentro da Europa. Brasileiros que iriam mais longe vão saber hoje à noite para onde vão”, conta Jean.

Gabriella confirma o relato do brasileiro. “Para quem iria continuar o cruzeiro, o itinerário foi todo cancelado, inclusive para quem subiu no navio ontem”. Ela afirma que estranhou alguns procedimentos desde o dia que embarcou.

“Lá no Rio de Janeiro já teve revista com cachorros. Em Maceió, também teve policiais e cachorros. Demoraram duas horas para deixar gente entrar no navio. Estou viajando com minha mãe, fiz bons amigos no cruzeiro, mas está todo mundo decepcionado, principalmente quem ia para outros lugares”, relata a brasileira.

CNN aguarda o retorno da Embaixada da Bolívia e do Itamaraty.

O que diz a MSC

Por meio de nota, a MSC disse que está “trabalhando junto com as autoridades espanholas para gerenciar uma situação envolvendo hóspedes da Bolívia, que viajavam com documentação inválida para o desembarque na Europa”.

Veja um dos comunicados da tripulação na íntegra:

“Prezados hóspedes, boa tarde. Falamos em nome do capitão.

Em resposta à carta de ontem, gostaríamos de informá-los que ainda estamos com as autoridades de imigração espanholas para encontrar uma solução para o grupo de hóspedes bolivianos sem o visto Schengen válido.

Infelizmente, não podemos navegar até que a questão seja resolvida e a MSC Armonia permanecerá em Barcelona até lá. Por esse motivo, fomos forçados a cancelar a escala de amanhã em Civitavecchia. Organizamos um voo fretado para Roma Fiumicino, por volta das 10h da manhã para os hóspedes interessados.

Convidamos os senhores a dirigirem aos balcões que montamos no teatro às 13h para resolver as informações práticas sobre o translado para o aeroporto e o voo. Não há custo para essas novas providências de viagem. Todos os hóspedes receberão mais informações para o restante da viagem no final do dia, assim que possível.

Nesse meio-tempo, todos os hóspedes podem sair livremente e todos a bordo às 2h da manhã no dia 4 de abril de 2024. A saída será no deck 6. Ativamos o serviço de ônibus gratuito entre o terminal e o centro da cidade para ajudá-los continuar explorando Barcelona.

Todos os hóspedes receberão reembolso proporcional após o desembarque como compensação pela parte impactada do Cruzeiro a partir de ontem, 2 de abril. Entre em contato com o centro de contato da MSC e com o consultor de viagem assim que chegar em casa.

Além disso, como gesto de boa vontade, temos uma oferta de crédito válida para um futuro cruzeiro em qualquer um dos 22 navios da frota MSC Cruzeiros. O valor do crédito será de 50% do valor do preço do cruzeiro. Observe que este não inclui viagens, translados, acomodações ou excursões em terra associados à reserva, nem quaisquer outras despesas pessoais.

Além disso, o crédito não terá o valor em dinheiro e não é transferível ou reembolsável. O crédito é válido por um ano.

Mais uma vez, pedimos desculpa por essa situação, mesmo que ela se deva em razões que fogem ao nosso controle. Agradecemos vossa compreensão.”

FONTE/CRÉDITOS: Duda CambraiaThiago FélixJúlia Vieirada CNN
Comentários:
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!