Seu Portal de Notícias de Rondônia

Sexta-feira, 14 de Junho de 2024
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Saúde

Dezembro Laranja: 5 dicas de dermatologista para prevenir pintas no verão

Faltando um dia para a estação mais quente do ano, o que fazer para evitar o desenvolvimento das marquinhas pretas na pele?

Chicâo Pvh Francisco Murcia
Por Chicâo Pvh Francisco Murcia
Dezembro Laranja: 5 dicas de dermatologista para prevenir pintas no verão
Crédito:Freepik
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
dicas-pele

Primeiro, o que são pintas? Segundo a dra. Paula Ferreira, dermatologista da Prime Care Medical Complex, PhD, MD e Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, as pintas são lesões de pele que representam proliferação de melanócitos (células que produzem o pigmento da pele), que têm o nome de nevos em medicina.

Mas para os leigos, as pintas podem ter diferentes diagnósticos: nevos, queratoses seborreicas e até mesmo alguns carcinomas. As pintas verdadeiras ou nevos podem aparecer ao nascimento, na infância ou desencadeadas pela exposição solar repetida em pessoas que já têm uma tendência genética.

As pintas e a exposição solar –As pintas que aparecem induzidas pelo Sol, em geral, têm características distintas das pintas que nascem com a gente. Mas, ambas podem indicar um maior risco de desenvolver melanoma, caso sejam muito numerosas. 

Publicidade

Leia Também:

“As pintas que já temos podem apresentar mudanças após exposição solar intensa e até mesmo desenvolver uma transformação maligna, ou seja, cancerígena”, comenta a dermatologista.

Segundo a dra. Paula, é mais comum aparecerem pintas no tronco superior. E após a exposição solar e até mesmo depois do verão, elas não desaparecem. “As pintas não somem, o que pode diminuir são as sardas e as melanoses, que são aumento de melanina induzido pelo sol, e não pintas”, esclarece. 

Confira 5 dicas para prevenir as pintas induzidas pelo Sol no verão:

1. *Uso de Protetor Solar*: Aplique protetor solar com um fator de proteção solar (FPS) alto, pelo menos 30 minutos antes da exposição ao sol. Reaplique a cada duas horas, especialmente após nadar ou suar. 

2. *Vestuário Protetor*: Use roupas que cubram a pele exposta, como camisetas de manga longa, calças e chapéus de abas largas. Tecidos com proteção UV são especialmente úteis.

3. *Evitar o Sol no Horário de Pico*: Evite se expor ao sol entre às 10h e às 16h, quando os raios UV são mais intensos.

4. *Óculos de Sol com Proteção UV*: Use óculos de sol que bloqueiam 100% dos raios UVA e UVB para proteger os olhos e a pele ao redor deles.

5. *Autoexame Regular da Pele*: Faça um autoexame regular da pele para monitorar a aparência de novas pintas ou mudanças nas existentes. Procure um dermatologista se notar alterações.

Para avaliar as pintas “herdadas” durante o Verão, o profissional médico que deve ser procurado é o dermatologista, que é o especialista da pele. “As dicas são preventivas e não garantem a ausência total de pintas, mas podem ajudar a reduzir o risco de desenvolvê-las. É sempre importante consultar um dermatologista para orientações personalizadas”, finaliza a dra. Paula.

 

FONTE/CRÉDITOS: Autor: Redação ABCdoABC Fonte: Assessoria
Comentários:
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!