Seu Portal de Notícias de Rondônia

Sabado, 13 de Abril de 2024
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Brasil

Estudo aponta condições das rodovias federais que cortam o DF. Veja

Dados da CNT mostram que cerca de 37% da malha rodoviária federal que corta o Distrito Federal apresenta algum problema de pavimentação

Helio Carioca
Por Helio Carioca
Estudo aponta condições das rodovias federais que cortam o DF. Veja
Andre Borges/Esp. Metrópoles
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
rodovias no df DF-250

Confederação Nacional do Transporte (CNT) analisou mais de 450 quilômetros das rodovias federais que atravessam o Distrito Federal, e os dados mostram que 37% da malha rodoviária apresenta problemas de pavimentação, o que gera aumento de custo operacional do transporte para a população.

Além disso, a confederação indicou que 54% das estradas asfaltadas no DF apresentam algum tipo de problema. Com isso, para recuperar as rodovias na capital federal, com ações como reconstrução e manutenção, são necessários R$ 477,26 milhões. As informações constam na Pesquisa CNT de Rodovias 2023, divulgada na última quarta-feira (29/11).

O levantamento fez um ranking para classificar as 520 rodovias brasileiras avaliadas em função de suas condições. O painel leva em consideração questões como pavimentação, sinalização e geometria da via.

Publicidade

Leia Também:

Confira o ranking das rodovias federais que atravessam o DF

  • 7º lugar: BR 080 – Estado ótimo
  • 106º lugar: BR 020 – Estado bom
  • 166º lugar: BR 060 – Estado regular
  • 173º lugar: BR 251 – Estado regular
  • 258º lugar: BR 070 – Estado regular

Segundo a CNT, o prejuízo gerado por acidentes no DF foi de R$ 164,54 milhões em 2022. No mesmo ano, nada foi com obras de infraestrutura rodoviária federal de transporte na capital. Apesar disso, para 2023, do total de recursos autorizados pelo governo federal, R$ 35 milhões são para a infraestrutura rodoviária da região.

Dados nacionais

O Norte do país, segundo o estudo, tem a pior malha. Apenas 19,9% das vias foram consideradas ótimas ou boas. Também foi identificado o maior custo operacional decorrente da má conservação. A pavimentação ruim torna o transporte até 42,5% mais caro na região. O Sudeste tem as melhores estradas. Ainda assim, 56,7% registraram algum tipo de problema.

A CNT calculou o montante necessário para recuperar as rodovias no Brasil – R$ 94,12 bilhões em obras emergenciais de reconstrução e manutenção. A pesquisa aponta que o total de recursos autorizados pelo governo federal para a infraestrutura rodoviária no Brasil em 2023 foi de R$ 15 bilhões, ou seja, cerca de 16% do definido como necessário pela entidade.

O trabalho envolveu 20 equipes, que, além da inspeção in loco, produziram vídeos e fotos das adversidades encontradas. Foram identificados 2.648 pontos críticos, que necessitam de intervenções urgentes para evitar acidentes, melhorar a fluidez dos veículos e reduzir custos.

Eles incluem 207 trechos com quedas de barreira, com deslocamento do material de encostas sobre a rodovia que provoca obstrução, e cinco pontes ou viadutos caídos, com dano estrutural que impossibilita a transposição e ocasiona a interrupção total do fluxo de tráfego.

 

 
FONTE/CRÉDITOS: Jonatas Martins
Comentários:
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!