Seu Portal de Notícias de Rondônia

Sabado, 13 de Abril de 2024
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Meio Ambiente

Frente fria ameniza temperaturas, e pico da onda de calor deve acontecer no fim da semana

Inmet mantém 15 estados e o Distrito Federal sob alerta de "grande perigo" por causa das altas temperaturas.

Ricardo Gonzales Jr.
Por Ricardo Gonzales Jr.
Frente fria ameniza temperaturas, e pico da onda de calor deve acontecer no fim da semana
INMET
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
Imagens
Previsão é de aumento da umidade com a aproximação de uma frente fria

 

Uma frente fria que vai passar pelo oceano deve amenizar as temperaturas nesta quarta-feira (15). Apesar de não estarem previstos termômetros com marcas recordes, a previsão é que a onda de calor dure ao menos até a próxima sexta-feira (17).

De acordo com o Climatempo, a frente fria vai puxar umidade da Amazônia pela região central. A mudança, mesmo que momentânea, deve fazer com que as temperaturas fiquem um pouco abaixo do registrado nos últimos dias.

Publicidade

Leia Também:

A quarta onda de calor deste ano deve atingir seu pico entre quinta e sexta. O Inmet ainda mantém 15 estados e o Distrito Federal sob alerta de "grande perigo" por causa das altas temperaturas.

 

Alerta do Inmet para estados em "grande perigo" por conta do calor. — Foto: Inmet

 

Segundo o climatologista e coordenador geral de pesquisa e desenvolvimento do Cemaden, José Marengo, as ondas de calor são comuns com a aproximação do verão. Mas, este ano, os eventos estão mais intensos por causa de um El Niño atípico e dos efeitos do aquecimento global.

“Não é anormal ter onda de calor na primavera. Mas já são quatro ondas nos últimos meses, sem nem chegarmos ao fim da estação. O aquecimento global tem tornado as ondas mais intensas e frequentes", alerta José Marengo.

Temperaturas seguem altas

Mesmo com a aproximação da frente fria e o aumento da umidade, as temperaturas devem seguir elevadas em boa parte do Brasil. As capitais do Centro-Oeste e do Sudeste permanecem como as mais atingidas pela onda de calor.

Em Cuiabá, a previsão é de máxima de 43°C para esta quarta. Já em Goiânia, os termômetros devem registar 38°C. Há expectativa de chuva para São Paulo no período da tarde e a máxima pode chegar a 37°C.

 

Previsão de temperaturas máximas para as capitais nos próximos dias. — Foto: Kayan Albertin/Arte g1

 

Alerta para baixa umidade

Além das altas temperaturas, o Inmet também alerta para os baixos índices de umidade em decorrência da onda de calor.

Onze estados estão sob aviso de "perigo" ou "grande perigo":

  • Alagoas
  • Bahia
  • Ceará
  • Goiás
  • Maranhão
  • Minas Gerais
  • Paraíba
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Sergipe

 

Estados sob alerta de "perigo" para baixa umidade do ar. — Foto: INMET

 

De acordo com a classificação do Inmet, o estágio de "perigo" é colocado quando a umidade relativa do ar varia entre 20% e 12%. Nessa situação, há risco de incêndios florestais, além de prejuízos à saúde – como ressecamento de pele, olhos e nariz.

Já o aviso de "grande perigo" se refere ao risco de umidade do ar abaixo de 12%. Com isso, há grande alerta para queimadas e risco de doenças pulmonares e dores de cabeça.

Sul em alerta para tempestades

Na região Sul, as áreas de instabilidade devem ganhar força nos próximos dias, provocando fortes pancadas de chuva. De acordo com o Inmet, são esperadas rajadas de vento acima de 90 km/h e queda de granizo.

O norte do Rio Grande do SulSanta Catarina e Paraná devem ser as regiões mais atingidas pelos temporais. Os maiores acumulados de chuva devem ser registrados até a próxima quinta-feira (16), com valores que podem ultrapassar os 100 milímetros por dia.

FONTE/CRÉDITOS: Júlia Carvalho, G1 (g1.globo.com)
Comentários:
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!