Seu Portal de Notícias de Rondônia

Segunda-feira, 27 de Maio de 2024
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Mundo

Turbulência “anormal” leva 11 passageiros ao hospital após cruzeiro de Natal

Avião fretado por empresa para levar passageiros de Barbados a Machester enfrentou condições atípicas durante voo no sábado (23)

Antônia Barroso de Freitas
Por Antônia Barroso de Freitas
Turbulência “anormal” leva 11 passageiros ao hospital após cruzeiro de Natal
Getty Images/Arquivo
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Navio Arvia da P&O Cruises

Navio Arvia da P&O CruisesGerard Bottino/Imagens SOPA/LightRocket/Getty Images/Arquivo

 

Publicidade

Leia Também:

Parecia a pausa festiva perfeita: um cruzeiro pelo ensolarado Caribe, antes de viajar de volta para o frio e úmido Reino Unido bem a tempo para o Natal.

Mas as férias idílicas transformaram-se numa espécie de pesadelo para os 225 passageiros britânicos do Caribbean Fly-Cruise da P&O Cruises, depois de seu voo de regresso ter atingido uma turbulência “estranha”, enviando alguns passageiros ao hospital e atrasando o regresso de todos para casa até depois do Natal.

Os passageiros reservaram cruzeiros de uma ou duas semanas no luxuoso navio Arvia. Com nada menos que quatro piscinas e 30 bares e restaurantes a bordo, a viagem foi planejada para ser uma viagem de sonho pelos principais destinos do Caribe, incluindo Antígua, Santa Lúcia e República Dominicana.

Os passageiros embarcaram em um avião fretado, organizado pela empresa de cruzeiros, para levá-los de Barbados a Manchester no dia 23 de dezembro, mas logo após a decolagem o avião experimentou o pesadelo de todo passageiro: turbulência atmosférica clara, impossível de prever. O voo atingiu duas horas e meia de voo, quando o Airbus 300-200, operado pela Maleth Aero, voava a 11,58 quilêmetros de altura.

O avião foi desviado para o aeroporto LF Wade, nas Bermudas, onde 11 passageiros foram levados ao hospital. Um porta-voz da P&O Cruises confirmou que todos tiveram alta no mesmo dia. Nenhum dos 13 tripulantes ficou ferido.

Natal na praia

A missão de voltar para casa no Natal ainda foi frustrada, pois o voo não pôde ser operado novamente até 26 de dezembro. Em vez disso, os passageiros foram alojados em hotéis nas Bermudas, às custas da empresa de cruzeiros.

O voo de repatriação deveria decolar na tarde de terça-feira, chegando de volta ao Reino Unido na manhã de quarta-feira, 27 de dezembro.

Um porta-voz do governo das Bermudas disse em comunicado divulgado ao canal local Bernews que todos os ferimentos foram leves.

Eles acrescentaram: “Aproximadamente às 12h50, o voo Maleth Aero 1975, a caminho de Barbados para Manchester, experimentou forte turbulência, necessitando de um pouso de emergência no Aeroporto Internacional LF Wade.”

“A aeronave realizou um pouso controlado na ilha.”

“Técnicos de Emergência Médica do Bermuda Fire & Rescue Service [BFRS] cumprimentaram a aeronave para fornecer avaliações iniciais dos passageiros e atendimento pré-hospitalar.”

“Como medida de precaução, a aeronave permanecerá aterrada até que uma inspeção abrangente seja concluída, garantindo a segurança e integridade da aeronave.”

O Ministro Interino da Segurança Nacional das Bermudas, Owen Darrell, acrescentou em um comunicado: “Estamos extremamente gratos pela resposta rápida de todo o nosso pessoal dos serviços de emergência que garantiu a segurança dos passageiros e da tripulação”.

Um porta-voz da P&O Cruises disse à CNN em um comunicado que “após uma turbulência estranha”, um voo de Barbados para Manchester foi desviado para as Bermudas na manhã de domingo.

“Tendo explorado todas as opções de voo e devido ao horário de funcionamento do aeroporto, os hóspedes foram acomodados em hotéis nas Bermudas. O voo para casa partirá agora às 16h de hoje [terça-feira]. Lamentamos muito esta interrupção na viagem após as férias e trabalhamos 24 horas por dia com a companhia aérea e os hotéis para cuidar dos hóspedes e garantir que voltassem para casa o mais rápido possível.”

Eles acrescentaram que os passageiros receberam sete textos e cinco cartas mantendo-os atualizados durante o período de três dias em que estiveram nas Bermudas.

FONTE/CRÉDITOS: Julia Buckleyda CNN
Comentários:
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!